Contato

contato@alineguedesarquitetura.com.br
(51) 3626.2017
(51) 98955.0804
R. Bento Gonçalves 428, Sala 03
Centro,Torres - RS

QUAIS SÃO AS ETAPAS DE UM PROJETO?

QUAIS SÃO AS ETAPAS DE UM PROJETO?

A maioria das pessoas sabe o que um arquiteto faz, certo? Mas não sabem exatamente como funciona todo o processo de elaboração de um projeto até sua finalização. Comecei a notar isso quando alguns clientes após falar sobre os seus sonhos para um projeto perfeito, vir com a mesma dúvida “Aline, mas como funciona o projeto, a gente fala o que quer e tu começa a fazer?”. Claro que não é apenas isso, eu sempre explico como é todo o processo, que ele é mais minucioso e tem bem mais etapas do que simplesmente ter uma breve conversa e começar o projeto. O processo até poderia ser esse, porém, a chance de ser apresentado um projeto que nada tem a ver com os clientes seria muito grande.

 

Se você também não sabe como funcionam todas as etapas de um projeto, continua lendo esse post, vou explicar tudo.

 

A primeira etapa é a conversa inicial, onde os clientes contam que tipo de projeto querem – projeto de uma casa, projeto de interiores, etc – nessa conversa já faço diversas perguntas quanto as principais ideias e necessidades para o projeto, assim já tenho uma ideia geral para poder fazer a proposta de projeto.

 

A segunda etapa é o briefing, que nada mais é do que um documento elaborado para guiar o projeto, em formato de questionário. Na reunião inicial já é conversado sobre vários pontos do projeto, mas mesmo assim envio sempre esse questionário com perguntas mais aprofundadas para os clientes conversarem em conjunto e com calma e me enviarem. Para mim essa etapa é fundamental, com ela consigo ser muito assertiva já no primeiro estudo apresentado aos clientes.

 

A terceira etapa é o estudo preliminar (EP), onde com base nas informações do briefing e na busca de referências serão feitas opções de configuração do espaço. Feitos os estudos é marcada uma data para a apresentação da proposta, geralmente nesta etapa eu apresento plantas baixas com opções de layout do espaço e imagens 3D do projeto. Aprovada essa etapa, vamos para a próxima.

 

A quarta etapa é o anteprojeto (AP), onde a solução escolhida na etapa de estudo preliminar será melhor detalhada. Nesta etapa também é marcada uma data para a apresentação do projeto.

 

Temos a quinta etapa, do projeto legal (PL), que cabe principalmente para obras de construção, onde é necessária e obrigatória a aprovação do projeto na prefeitura do município onde a obra será construída. Nesta etapa o projeto já está totalmente definido e será detalhado para ser levado a aprovação. Geralmente as prefeituras exigem uma série de documentos como: projeto arquitetônico completo, memorial descritivo da obra, planilhas de áreas, matrícula  do terreno e registro de responsabilidade técnica de projeto e execução. Dependendo o município podem ser exigidos mais ou menos documentos, mas com certeza o arquiteto que você contratar saberá disso.

 

A sexta etapa é a dos projetos complementares, apesar de ela também poder ser a quinta, indo para frente do projeto legal, isso vai depender do tipo de obra. Nesta etapa são elaborados os projetos estrutural, hidrossanitário, de instalações elétricas, entre outros. Todos esses projetos são muito importantes para a execução do projeto, juntamente com o projeto arquitetônico (aquele definido na etapa de anteprojeto).

 

E temos por último uma sétima etapa, a do projeto executivo (PE), onde todo o projeto arquitetônico será totalmente detalhado para ir para a obra. Você achou que aquele projeto legal já era o suficiente para executar a obra? Não! No projeto executivo, como o nome mesmo diz, vão muito mais informações e medidas para a perfeita execução do projeto, exatamente como ele foi apresentado aos clientes. O projeto legal é totalmente completo, claro, porém algumas informações importantes para a execução não constam nele. Por sinal, é muito importante falar uma coisa, muitas pessoas pegam o projeto aprovado na prefeitura, aquele com todos os carimbos e levam para a obra para executar a construção, isso não deve acontecer. Esse projeto precisa estar na obra sim, mas guardado para o caso de haver fiscalização na obra, assim o responsável mostrará que está tudo certo, que a obra é regularizada.

 

Tenho certeza que você achou que era um processo muito mais simples e rápido, não é? E lembrando, essas são todas as etapas apenas de PROJETO, após todas elas ainda temos as etapas da execução da obra. Apesar de ser um processo longo, ele é muito organizado e satisfatório.

 

Se você já pensou em contratar um arquiteto para fazer seu projeto mas fica com receio porque não sabe como é, como funciona, o que você precisa fazer, espero ter te ajudado a tirar essas dúvidas. E saiba que para o cliente todo esse processo é muito simples, é só dizer que projeto você quer e combinar todas essas etapas com o arquiteto que você contratar.

Escrever um comentário